Como é que gostas da tua música?

Category : Opinião
Como é que gostas da tua música?

Andei o fim de semana a matutar sobre o que ia publicar hoje, mas entretanto a Mission Sound postou o seguinte:

Estou a ficar muito cansado com o “Chinesar” da indústria musical nesta cidade. Todos os dias eu vejo um pobre rapaz a subcotar todos… “Taxas mais baratas da cidade!” Como se o que fazemos como engenheiros e produtores fosse comparável à fabricação de alguns produtos descartáveis que podem ser facilmente feitos na China… Onde o único valor é encontrado na “poupança”. Isto é uma corrida para o fundo… Uma ladeira muito escorregadia onde no final o que sofre é a arte de todos.

Então parem.

Eu gostaria de dizer aos meus colegas engenheiros e produtores que nós somos artistas também. Se tu não valorizas a tua arte/trabalho, então como podes esperar que outras pessoas o valorizem? Quando te ofereces como “barato”, então estás a baratear te a ti e a toda a industria.

E para os artistas que andam a ponderar com quem devem trabalhar eu ofereço o seguinte. Compras a tua arte nos chineses? Provavelmente não. Então, porque é que tomas a grande decisão de onde gravar e misturar a tua música baseado na poupança de 40€ em poupança? Nós sabemos que quando algo parece barato ou bom demais para ser verdade, provavelmente não o é.

Vamos todos ver se nos entendemos… engenheiros, produtores e estúdios nunca foi o problema com a indústria musical. Portanto parem de se culpar.

Traduzido e adaptado de: Mission Sound

@